Make your own free website on Tripod.com

PROCURAÇÃO PARA COMPRAR IMÓVEL



            Saibam quantos este Público Instrumento de Procuração bastante virem que, no ano do Nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo de dois mil e .... (2.00..), aos ........ (...) dias do mês de .......... do dito ano, nesta cidade de ........., Comarca de ........., Estado de Minas Gerais, perante mim tabelião, compareceu como outorgante .................. (qualificação completa, R.G. e C.P.F.) meu conhecido, do que dou fé. E, pelo outorgante me foi dito que, por este Público Instrumento nomeava e constituía seu bastante procurador .................. (qualificação completa, R.G. e C.P.F.), a quem confere poderes especiais para comprar o imóvel ....... (descrevê-lo nitidamente), pelo preço de ....... (ou preço máximo de .......), para o que poderá praticar todos os atos necessários para efetuar a transação, dando sinal, princípio de pagamento ou o total (se parte for a prazo, mencionar as condições ou dizer que o procurador tem poderes para fixar cláusulas e condições), receber domínio, direito e ação, e investir-se na posse; assinar as respectivas escrituras; promover o registro no Registro de Imóveis e nas demais repartições onde isso for necessário; receber quitação do que for pago; emitir notas promissórias correspondentes às prestações que ficarem estabelecidas, e praticar todos os atos necessários ao cumprimento do mandato. Assim o disse do que dou fé, e me pediu este instrumento que lhe li, aceitou e assina. Eu,........... (nome ou assinatura), Tabelião (ou escrevente autorizado), a escrevi, dou fé e assino.


NOTAS

            1) Se a compra não for com pagamento total e a transação importar em compromissos de futuros pagamentos, multas, garantia hipotecária, etc., e o outorgante for casado, o cônjuge deverá também assinar a procuração ou dar assistência, conforme o caso.
            2) A procuração será mencionada na escritura de compra e ficará arquivada no cartório onde a transação for feita.